4 séries para quem adora matemática

séries pra quem adora matematica

Para os apaixonados por matemática e maratonistas de séries, boas notícias: há produções cheias de matemática por aí! Separamos 4 delas a seguir, que podem valer a recomendação dos professores aos alunos, para que eles treinem o olhar e enxerguem a disciplina e seus conceitos até nas suas séries preferidas. E pode apostar: há mais matemática do que se imagina nessas superproduções.

Confira 4 séries para quem adora matemática:

O gambito da rainha

A série mais assistida de 2020 da Netflix é matemática pura. Para começar, o tema central é xadrez, um jogo que envolve estratégia, lógica e raciocínio. Outros pontos altos da produção que acompanha a trajetória da jovem competidora Beth Harmon pelos campeonatos mundo afora é a dedicação – apesar de ser considerada uma “garota prodígio”, a protagonista treina e estuda bastante – e o trabalho em grupo, tática nem sempre usual no xadrez, mas muito importante para o sucesso.

Stranger Things

Até no hit da Netflix Stranger Things a matemática aparece. A cena mais famosa da terceira temporada mostra os personagens Dustin e Suzie cantando – e é aí que as ciências exatas se escondem! O garoto quer saber um número específico, que envolve uma fórmula real da física quântica, cujo resultado é conhecido como constante de Planck. O valor, na trama, é o segredo para abrir um cofre, e a estudiosa Suzie é a única que se lembraria dele. Eles cantam antes de ela revelar o número ao namorado.

Mr. Robot

Quem se interessa por ciência de dados vai gostar de acompanhar a trama do jovem programador Elliot. Ele tem uma dupla personalidade curiosa: durante o dia, trabalha como programador de segurança e, à noite, como hacker. É interessante ver como por meio da análise de dados é possível chegar a soluções diversas, produtivas ou destrutivas. Mas tudo depende do ponto de vista! Você pode assistir no Prime Video.

Lost

Todo fã dessa série clássica se lembra dos números que aparecem em vários momentos importantes da trama (4, 8, 15, 16, 23, 42). E eles têm uma lógica por trás: para chegar aos valores, os criadores se basearam em uma teoria real, do cientista Heinz von Foerster, que prevê a evolução da população mundial até chegar a um ponto insustentável. No universo da série foi elaborada a fictícia Equação de Valenzetti, que teria uma fórmula parecida com a de Heinz, cujo resultado equivaleria matematicamente à data do fim do mundo. Para quem ainda não assistiu, vale a pena maratonar! A série está disponível no Prime Video.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *