5 nomes da matemática que você precisa conhecer

Das clássicas às contemporâneas, figuras da área utilizaram a disciplina até para salvar vidas

Homens e mulheres, de hoje e de ontem. Muita gente mundo afora escolhe a matemática como profissão ou, mesmo em outras áreas, encontra na disciplina possibilidades para ampliar sua atuação. Essas pessoas reforçam a importância do estudo das ciências exatas e conhecê-las pode contribuir para que outras pessoas se inspirem a explorar mais a disciplina também. Conheça a seguir algumas dessas figuras de destaque:

Artur Ávila

Primeiro brasileiro a conquistar a Medalha Fields, o maior prêmio da matemática, o carioca Artur Ávila é um dos destaques das ciências exatas atualmente. Ele é especialista em sistemas dinâmicos e ganhou a honraria máxima da disciplina em 2014, aos 35 anos, com Maryam Mirzakhani. Mestre e doutor pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (Impa), gosta de trabalhar com parceiros e resolver problemas através de conversas com colegas, reforçando a importância do trabalho em equipe.

Cathy Williams

Cofundadora e diretora executiva do Youcubed, Cathy Williams é uma matemática dos Estados Unidos que acredita que todos podem aprender a disciplina. Para ela, não existem “pessoas de matemática”. O foco do seu trabalho na educação é explorar recursos criativos e visuais para ensinar a matéria, pois acredita que assim nosso cérebro aprende mais.

Maria da Conceição dos Santos França

Mais uma professora que vai na contracorrente dos métodos tradicionais e aposta no poder da criatividade para ensinar matemática é a pesquisadora brasileira Maria da Conceição dos Santos França. Além da disciplina dos números, suas aulas também são um convite para o aprendizado da cultura africana. Isso porque ela faz uso de tecidos típicos do continente para ensinar aos alunos, a partir da análise dos seus padrões geométricos. Esse foi o tema do seu mestrado em educação matemática, que ela segue em prática provando que a cultura é mais do que bem-vinda na sala de aula.

John Urschel

Talvez ao pesquisar seu nome na internet as primeiras referências que você encontre sejam remetendo John Urschel ao futebol americano. De fato, estamos falando de um atleta profissional aposentado, mas ele também fez carreira na matemática e está cursando atualmente o PhD na área. A ciência de dados é um dos focos da sua área de pesquisa. Premiado no esporte e na matemática, Urschel prova que com empenho e vontade é possível conciliar diferentes áreas de interesse.

Florence Nightingale

O último nome da nossa lista não tem a matemática como formação, mas sua atuação teve muito a ver com a disciplina. A enfermeira Florence Nightingale revolucionou a infraestrutura hospitalar do século XIX graças ao seu pioneirismo na utilização de gráficos na área, organizando dados estatísticos. Seus resumos numéricos e cálculos detalhados das taxas de mortalidade facilitavam o entendimento do seu trabalho e permitiam, como ela mesma dizia, mostrar aos outros como salvar vidas. Considerada a fundadora da enfermagem moderna, Florence levou seu conhecimento matemático à educação superior, destacando-se na nova ciência estatística.

 

Referências externas:

https://hospitaldocoracao.com.br/novo/midias-e-artigos/artigos-nomes-da-medicina/quem-foi-florence-nightingale/

https://revistapesquisa.fapesp.br/o-homem-que-calcula/

https://tede2.pucsp.br/handle/handle/20858 

http://math.mit.edu/~urschel/ 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *