Conheça Anna Kiesenhofer, campeã olímpica e matemática

Anna Kiesenhofer, ciclista e matemática

Nem todo mundo percebe à primeira vista, mas a matemática está mais do que presente no esporte. Ao calcular uma pontuação, uma distância ou uma meta para superar a própria marca, todas essas tarefas envolvem pensamento matemático. Talvez por isso a austríaca Anna Kiesenhofer tenha se dedicado às duas carreiras. Esportista e doutora em matemática, ela se destacou nas Olimpíadas de Tóquio. E sua história pode servir de inspiração aos alunos, para verem que a matemática está em tudo! Saiba mais sobre a trajetória de padrões e recordes de Anna a seguir.

Uma matemática nas Olimpíadas

Antes de competir em Tóquio, Anna Kiesenhofer não era um nome muito conhecido no esporte mundial. Mas, agora, é praticamente impossível seus feitos passarem despercebidos. Ela conquistou a primeira medalha de ouro para o seu país na competição, sendo a vencedora no ciclismo de estrada.

Sua marca surpreendeu os espectadores: em 3:52:45, ela percorreu os 137 km da prova, realizada no final de julho. Foi uma diferença de um minuto e 15 segundos em relação à segunda colocada, a holandesa Annemiek van Vleuten. 

Mas os números não se restringem às suas pontuações de atleta. Anna é mestre e doutora em matemática, tendo estudado na Inglaterra e na Espanha. Além de pedalar, ela trabalha na Universidade de Lausanne, na Suíça, onde atua com pesquisa e ensino. Ela estuda equações diferenciais parciais não lineares.

Para a história

A medalha de ouro de Anna é um marco para a Áustria: ela foi a primeira pessoa de seu país a liderar um pódio no ciclismo de estrada. Até a conquista em Tóquio, ainda, a última vez que um competidor austríaco havia recebido um ouro olímpico foi em 2004, durante a disputa em Atenas. Para completar, 125 anos separam Anna de Adolf Schmal, até então o último ciclista austríaco campeão olímpico, que levou um ouro e dois bronzes no ciclismo de pista em 1896.

Conheça também o jogador de futebol americano PhD em matemática

Mudanças no trajeto

Apesar do destaque no ciclismo, inicialmente o grande sonho de Anna Kiesenhofer nos esportes era ser triatleta. Contudo, lesões a fizeram repensar esse objetivo e, em 2014, ela decidiu iniciar sua carreira como ciclista. Desde então não demorou muito para suas primeiras conquistas, como o segundo lugar no Tour de l’Ardèche, na França, em 2016.

Problemas em provas, porém, a fizeram ficar um ano sem pedalar. Foi em 2019 que ela voltou ao esporte, ano em que venceu o campeonato nacional austríaco em corrida de rua e contra-relógio. 

Mas sabia que ela foi para Tóquio sem contrato profissional? Ciclista amadora, agora ela crava seu nome na história da Áustria e do mundo. E prova que lugar de mulher, esportista e matemática é onde ela quiser!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *