‘Aqui aprendo matemática e é divertido’, diz aluna do Curso de Férias

08 de janeiro

Cerca de 100 estudantes conhecem abordagem inovadora da disciplina

Barulho no pátio, crianças circulando nos corredores, salas cheias… nas férias! A Escola Municipal Prefeito Ivo Mario Isaac Pires, em Cotia (SP), está vivendo um janeiro atípico. Cerca de 100 alunos estão aprendendo matemática de uma maneira nova, criativa e colaborativa no Curso de Férias do Programa Mentalidades Matemáticas, que vai até 17 de janeiro. Nos primeiros dias, os estudantes conhecem os princípios da abordagem Mentalidades Matemáticas, desenvolvida pela pesquisadora Jo Boaler, da Universidade Stanford, com atividades que desenvolvem a resiliência, autoconfiança e autonomia.

Nas aulas, os alunos trabalham em grupo para incentivar a cooperação no processo de aprendizagem. “Sempre tive dificuldades com matemática, minhas notas não são boas, na minha família ninguém gosta, mas aqui eu posso aprender e é divertido. Outra coisa que gostei é que posso dar minha opinião”, afirma Johanna Pereira, 10 anos. 

Alunos aprendem a trabalhar de forma colaborativa em Curso de Férias.

Em apenas dois dias a professora Patrícia Schmidt, a Tata, já percebeu mudanças no comportamento das crianças. “Cada classe tem uma experiência, há turmas em que os alunos são mais comunicativos. Na minha, eles chegaram introspectivos, com medo de se expor”.  Inicialmente, os grupos pediam ajuda aos professores com os exercícios, aparentando não saber o que fazer com a autonomia oferecida pelo Mentalidades Matemáticas. “Neste momento, os professores e os alunos experimentam um teste entre o ‘nada posso’ e o ‘tudo posso’”, explica. 

Cabe aos alunos, por exemplo, decidir quando ir ao banheiro, desde que a professora não esteja explicando uma atividade. Eles vão desconfiados e voltam maravilhados com essa pequena liberdade e responsabilidade. “Quando se cria uma relação de confiança, e eles ganham a autonomia, os alunos se transformam e se engajam muito mais”, conta Tata.

Erros fazem parte da aprendizagem

De acordo com a abordagem do Mentalidades Matemáticas, os erros fazem parte do processo de aprendizagem. Ao criar um clima de segurança e confiança, os alunos passam a assumir riscos. Em um exercício em que os estudantes explicam suas estratégias para chegar ao resultado de um cálculo, um aluno disse: “Sei que meu resultado está errado, mas mesmo assim vou falar”. Ele entendeu que seu “erro” contribuiria para a discussão em sala.

Para Juliana Yade, especialista em educação do Itaú Social que acompanha as atividades na sala de aula e participa das avaliações dos professores, o curso é muito potente. “As crianças sentem que estão produzindo coisas, acreditam que podem ser matemáticos, perdem o medo de falar quando conhecem a mentalidade de crescimento. É emocionante ouvir uma criança dizer: ‘vou levar para a minha vida inteira o que aprendi aqui’.” Além de apoiar a realização do Curso de Férias, o Itaú Social também é parceiro do Instituto Sidarta na tradução para o português do site YouCubed e nos Seminários Mentalidades Matemáticas de 2018 e 2019.

Após cada dia, professores, coordenadores e observadores se reúnem para uma avaliação e para planejar o próximo dia. “Nas reuniões, focamos as conquistas dos alunos e dos professores, valorizamos os acertos. Um dos objetivos é fortalecer o grupo. É a primeira vez que os professores lecionam no Curso de Férias e é muito enriquecedor a discussão sobre como mudar sua atuação em sala de aula, em que ele é mediador das relações e do conhecimento” afirma Telma Scott, coordenadora pedagógica do Programa Mentalidades Matemáticas. Telma analisa que o grande desafio dos primeiros dias é estabelecer um vínculo com as crianças e que desenvolvam autoconfiança e resiliência. “As crianças estão acostumadas a desistir por se sentirem incapazes de realizar uma tarefa. Nossa prática as estimula a acreditar em si mesmas e provoca questionamentos para ajudar todo grupo avançar”, conclui.

O curso vai de 8h às 16h, com intervalo para o almoço. De manhã, as aulas se concentram nas salas e questões matemáticas, à tarde as atividades são mais lúdicas e ocupam outros espaços da escola, como o refeitório e a quadra esportiva, como conta Anna Karina, formadora do Mentalidades Matemáticas. “À tarde, a matemática é pano de fundo, diferente da manhã. O que queremos é ampliar o repertório do trabalho em grupo e as mensagens de mentalidades, como a persistência”. São duas atividades no período, a primeira mais reflexiva e a segunda mais corporal, com jogos de tabuleiro e jogos de construção, em que caixas de papelão são empilhadas para construir castelos.

Durante o Curso de Férias, o Instituto Sidarta realiza uma pesquisa com professores e alunos sobre o ensino e a aprendizagem do Mentalidades Matemáticas. Jack Dieckmann, diretor do Centro de Pesquisa YouCubed da Universidade de Stanford está em Cotia para coordenar o estudo e observar as atividades. “Percebemos no Brasil uma vontade muito grande de conhecer novas abordagens no ensino de matemática para justamente melhorar seus resultados”. Dieckmann, que está aprendendo português, afirma que um dos objetivos da pesquisa é entender a eficiência da abordagem e as adaptações necessárias para o país.

Jack Dieckmann, da Universidade Stanford, coordena a pesquisa do Curso de Férias.

O Curso de Férias conta com a parceria da Secretaria Municipal de Educação de Cotia. Além dos alunos da Escola Municipal Prefeito Ivo Mario Isaac Pires, também participam da iniciativa estudantes do Centro Educacional Unificado de Cotia (CEUC).


    Cadastre-se para aproveitar todos os nossos conteúdos gratuitos!

    *Ao preencher o formulário, concordo em receber comunicações de acordo com meus interesses e afirmo estar de acordo com a Política de Privacidade.
    **Você poderá alterar suas permissões de comunicação a qualquer tempo.
    Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

      Cadastre-se para aproveitar todos os nossos conteúdos gratuitos!

      *Ao preencher o formulário, concordo em receber comunicações de acordo com meus interesses e afirmo estar de acordo com a Política de Privacidade.
      **Você poderá alterar suas permissões de comunicação a qualquer tempo.
      Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

        Cadastre-se para aproveitar todos os nossos conteúdos gratuitos!

        *Ao preencher o formulário, concordo em receber comunicações de acordo com meus interesses e afirmo estar de acordo com a Política de Privacidade.
        **Você poderá alterar suas permissões de comunicação a qualquer tempo.
        Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.