Livro conta as curiosidades que fizeram a matemática como ela é

curiosidades que fizeram a matemática como ela é

Sabe aquela hora em que você está trabalhando um conceito com os alunos e talvez só falte um sorriso no rosto deles para motivar mais? O livro “História Bizarra da Matemática”, lançado em 2020, é recheado dessas histórias. Escrito pela jornalista curitibana Luciana Galastri, ex-editora digital da revista “Galileu”, é de leitura leve e divertida.

Luciana tirou parte da ideia do livro de uma piada que seu avô contava. “Por que o livro de matemática pulou de um prédio? Porque estava cheio de problemas.” Só que ela sabe que a matemática é mais interessante quando é aberta e não implica sofrimento. Por isso, escreveu um livro de matemática que seu avô jamais veria pular de um prédio: em vez de problemas, traz histórias. Mais ainda, o livro mostra que a matemática não é algo que parou lá na Grécia antiga, e sim um campo vivo, criativo, visual, flexível e em constante evolução, como mostra o Programa Mentalidades Matemáticas.

“Ao contrário do que alguns professores nos fazem acreditar, com fórmulas, nomes estranhos e conceitos nada flexíveis, a matemática não surgiu pronta. E está longe de ser perfeita e imutável. Ao mesmo tempo em que estudamos ideias que foram criadas pelos gregos há 4 mil anos, mais de 1 milhão de páginas de pesquisas matemáticas são publicadas todos os anos”, escreve a autora na introdução. 

Por trás de todo conceito matemático existe uma história muito humana, que ela busca contar. Os capítulos têm títulos irreverentes como “Eureka é meu pi: quando um matemático correu pelas ruas peladão” e “Mamilos polêmicos”. Tudo tem razão de ser e está dentro do contexto dos conceitos descritos, trazendo boas ideias de “causos” para quebrar o gelo com os alunos. 

“A matemática foi feita por aqueles que não apenas encaram o dilema, mas aprendem a gostar da sensação de enfrentar o desafio de solucioná-lo”, diz. Ou seja, exatamente o mesmo desafio que você propõe aos seus alunos em sala de aula todos os dias.

Foto: reprodução/Facebook Planeta de Livros Brasil

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

2 Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *