Aberta, criativa e visual

Quando pensamos sobre matemática, cinco redes neurais diferentes são ativadas em nosso cérebro, sendo que duas delas são visuais. Saiba mais:

Matemática Visual

A matemática escolar tornou-se cada vez mais desconectada da disciplina usada por profissionais da área e da matemática da vida. Os alunos passam anos aprendendo conjuntos de procedimentos e regras que jamais usarão. O Programa Mentalidades Matemáticas luta para mudar este cenário. Nós acreditamos que a matemática é aberta, criativa e visual. Este tipo de aprendizagem promove maior engajamento e cultiva uma mentalidade de crescimento em alunos e professores.

 Assim, desenvolve-se a cultura de que todos podem aprender qualquer conteúdo e que todos têm habilidades para isto, valorizando e reconhecendo a importância do esforço no processo de aprendizagem. 

Neurociência aplicada à matemática

Graças aos avanços da neurociência, hoje sabemos que o nosso cérebro é composto de muitas ‘redes distribuídas’. Quando lidamos com o conhecimento, várias áreas são ativadas e se comunicam entre si. Ao resolvermos um problema matemático, especificamente, utilizamos uma área importante no cérebro para o processamento visual.

Estas descobertas são de extrema relevância, pois diversos estudos já mostram a conexão entre matemática visual e a melhora no desempenho de alunos. Além disso, estudos apontam que o cérebro cresce e muda continuamente. Das cinco áreas ativadas quando pensamos de forma matemática, duas estão no campo visual. Ao trabalhar com desenhos, imagens e proporções, exercita-se o cérebro em regiões pouco usadas no estudo da disciplina, o que reforça a compreensão. Confira conteúdos relacionados a este assunto:

Quer saber mais sobre o assunto?

Separamos um PDF com tudo que você precisa

Veja também: