Quem Somos

O Mentalidades Matemáticas (MM) é uma cocriação do Instituto Sidarta e do Centro de Pesquisas youcubed da Universidade de Stanford, cujo objetivo é endereçar os desafios atuais de equidade e letramento matemático. Desde 2018, a iniciativa conta com a parceria estratégica do Itaú Social.

Fundado em 1998, o Instituto Sidarta é uma organização sem fins lucrativos que tem como objetivo contribuir para a construção de políticas públicas educacionais, impulsionando uma educação de qualidade para todos. Visando uma educação para a equidade, desenvolve pesquisas e implementa projetos e soluções inovadoras na área da educação que buscam assegurar o desenvolvimento integral dos alunos e dos educadores, por meio de metodologias, abordagens e práticas centradas na aprendizagem significativa e no protagonismo dos aprendizes, com repercussões para educação nacional.

O Centro de Pesquisas youcubed da Universidade de Stanford, tem como objetivo incentivar, formar e empoderar professores e professoras de matemática, por meio da transposição; transformando as últimas pesquisas sobre o aprendizado dessa disciplina em conteúdos e práticas acessíveis. Foi fundado pelas professoras Jo Boaler, professora de Educação Matemática agraciada com a cátedra Nomellini-Olivier na Universidade de Stanford, e atual diretora acadêmica, e Cathy Williams, diretora executiva e pesquisadora, que atuou por mais de 20 anos no Ensino Básico americano.

A equipe MM Brasil é formada por profissionais de diversas áreas, habilidades e interesses, enriquecendo e fortalecendo o processo de aprendizagem e implementação da iniciativa MM no nosso território.
O diretor de pesquisa do youcubed, professor Dr. Jack Dieckmann, apoia e supervisiona a implementação da abordagem no Brasil, atuando nos planos estratégicos e táticos, contribuindo para a visão e planejamento na iniciativa, além de orientar pesquisas e participar ativamente do fomento e construção células da Rede MM e da cocriação e desenvolvimento de trilhas forma tivas MM.

Quem Somos - Mentatlidades Matemáticas

O que fazemos

Promovemos uma aprendizagem profunda e significativa, empoderando estudantes como protagonistas do processo de aprendizagem, por meio de uma matemática mais aberta, criativa, visual e equitativa.
A iniciativa MM tem a missão de promover uma educação matemática capaz de formar cidadãos para conviver equitativamente na sociedade digital.

Para isso, desenvolve e realiza diferentes ações que visam incidir em diversas camadas e dimensões do ecossistema ao redor do ensino- aprendizagem da matemática. Nossas atividades têm o objetivo de ressignificar o ensino e aprendizagem matemática para que todos possam aprender em altos níveis. Além de trazer consciência à relevância da disciplina para o exercício da cidadania plena na era digital.

Com base nos estudos das professoras pesquisadoras Jo Boaler, Rachel Lotan e Elizabeth Cohen, todas da Universidade de Stanford, aliados à evidências de educação matemática, neurociência e psicologia, a proposta é promover uma matemática mais aberta, criativa, visua l e equitativa, promovendo maior engajamento de alunos e alunas, apoiando o
desenvolvimento de uma cultura de mentalidade de crescimento e de comunidades de aprendizagem, nas quais todo mundo pode aprender matemática em altos níveis.

Promovemos formações e acesso a conteúdos sobre pesquisas e práticas para professorese gestores escolares, ajudando a inspirar e difundir esse novo olhar para o aprendizado e ensino de matemática no Brasil. Além disso, estamos construindo uma base sólida de evidências sobre o impacto do nosso trabalho e de suas práticas nas salas de aulas por meio de incentivo e desenvolvimento de pesquisas sobre os processos de aprendizagem matemática na nossa abordagem.

A abordagem explora e incentiva a investigação matemática e diferentes resoluções, acolhendo e valorizando diferentes saberes e fazeres, promovendo, assim, uma matemática mais aberta e criativa. Sabendo que fatos matemáticos ativam diferentes partes do cérebro, incluindo o campo visual – como já evidenciado por pesquisas da neurociência – , a abordagem busca mostrar que matemática é uma disciplina conectada, na qual os fatos matemáticos são interligados e não apenas parte de uma longa lista de tópicos.

Desenvolvemos atividades que estimulam o uso de diversas formas de representações visuais – uso de código de cores, tabelas, gráficos – e promovendo o disparo de mais sinapses cerebrais por meio de uma matemática mais visual. Incentivando educadores(as) e estudantes a construírem suas identidades matemáticas, ou seja, a se enxergarem como os pensadores(as) matemáticos(as) que são.

Trabalhar habilidades, como, por exemplo, fazer conjecturas, descrever o próprio raciocínio matem ático e elaborar argumentos para convencer outras pessoas, são alguns dos pontos abordados. Os debates, a interação e o trabalho colaborativo são essenciais, sabendo que todos podem contribuir para a construção do conhecimento e de comunidades de aprendizagem, ressignificados a matemática como mais equitativa.

Teoria da mudança

Para trazer e sustentar a mudança nas salas de aulas brasileiras, é preciso agir de forma sistêmica. Isso porque, quando falamos de ensino-aprendizagem, falamos de algo complexo, cujas práticas se dão em diferentes contextos socioculturais, envolvendo diferentes camadas, dimensões, setores e interesses da sociedade.

Para nos auxiliar a manter o foco em nossos objetivos e potencialidades e, ainda, a compartilhar nossa visão estratégica e lógica, desenhamos nossa Teoria da Mudança, na qual organizamos as conexões entre o problema identificado, os insumos necessários, as atividades a serem desenvolvidas para alcançar a mudança desejada e os indicadores para monitoramento do progresso.

Este é um movimento vivo e colaborativo. Estamos em um ciclo contínuo de reflexão, discussão, monitoramento e avaliação — um processo que visa promover os direitos de aprendizagem matemática de e para todos. Desta forma, a versão simplificada da Teoria da Mudança apresentada abaixo está em processo contínuo de construção, mas reflete o que faz sentido para esse momento (janeiro de 2022).

Acesse a versão completa aqui.

1Problema:

Para que os indivíduos possam transitar e atuar no mundo digital, precisam ter uma compreensão mais ampla da Matemática.

No entanto, apenas 10,3% dos jovens que concluem o Ensino Médio têm aprendizagem adequada em Matemática.

2Premissas:

Ensinar é uma prática sociocultural. Para a mudança, é necessário:

  • Ressignificar o ensino da Matemática.
  • Preparar melhor os alunos para a Matemática e, consequentemente, para a vida.
  • Mudar práticas de sala de aula, preparando professores.
  • Criar comunidades de aprendizagem.
  • Mobilizar toda a sociedade.
3Ações e Atividades:
Ícone Lâmpada
Produção de conhecimento
Ícode Ad
Disseminação e conhecimento
Ícone Certificado Arquivo
Formação
Ícone Redes
Redes colaborativas
Ícone Zoom In
Pesquisas
Ícone Globo
Articulação multissetorial
4Recursos:
Ícone Check Pessoa
Pessoas
Ícone Pessoas
Parcerias
Ícone Finanças
Financeiros
Ícone EAD
Tecnologia
5Resultados (curto e médio prazo):
  • Menos ansiedade com Matemática e com melhor desempenho nas provas de critério externo.
  • Professores melhores preparados para ensinar na abordagem Mentalidades.
  • Mais material de ensino de Matemática com a abordagem.
  • Mais comunidades de aprendizagem voltadas para as práticas de Mentalidades Matemáticas.
  • Ensino de Matemática sendo mais citado como prioridade na educação brasileira.
  • Mais parcerias institucionais.
6Impacto (longo prazo):

ODS 4. Assegurar a educação inclusiva e equitativa e de qualidade. E promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos.

Linha do tempo Mentalidades Matemáticas

Acompanhe nossa evolução.
2015

1ª reunião com equipe Youcubed na Universidade de Stanford

2015

1ª reunião com equipe Youcubed na Universidade de Stanford

2015

1ª reunião com equipe Youcubed na Universidade de Stanford

Lançamento do livro “Mentalidades Matemáticas”

Lançamento do livro “Mentalidades Matemáticas”

Lançamento do livro “Mentalidades Matemáticas”

2016

Início da aplicação da abordagem do Colégio Sidarta

2017

Início da parceria com a Escola Estadual Henrique Dumont Villares, localizada em São Paulo

2017

Início da parceria com a Escola Estadual Henrique Dumont Villares, localizada em São Paulo

2017

Início da parceria com a Escola Estadual Henrique Dumont Villares, localizada em São Paulo

Lançamento do livro “Planejando o Trabalho em Grupo: Estratégias para salas de aula heterogêneas”

Lançamento do livro “Planejando o Trabalho em Grupo: Estratégias para salas de aula heterogêneas”

Lançamento do livro “Planejando o Trabalho em Grupo: Estratégias para salas de aula heterogêneas”

2018

Lançamento da plataforma Youcubed Brasil

I Seminário Mentalidades Matemáticas

1ª Reunião de pesquisa

Lançamento do livro “Mentalidades Matemáticas na Sala de Aula”

2019

II Seminário Mentalidades Matemáticas

2019

II Seminário Mentalidades Matemáticas

2019

II Seminário Mentalidades Matemáticas

TEDx São Paulo

TEDx São Paulo

TEDx São Paulo

2ª Reunião de pesquisa

2ª Reunião de pesquisa

2ª Reunião de pesquisa

Lançamento do livro “Mentalidades Matemáticas na Sala de Aula – V.2”

Lançamento do livro “Mentalidades Matemáticas na Sala de Aula – V.2”

Lançamento do livro “Mentalidades Matemáticas na Sala de Aula – V.2”

Lançamento do livro “Mente sem Barreiras”

Lançamento do livro “Mente sem Barreiras”

Lançamento do livro “Mente sem Barreiras”

Formação – Curso de Férias Mentalidades Matemáticas Brasil

Formação – Curso de Férias Mentalidades Matemáticas Brasil

Formação – Curso de Férias Mentalidades Matemáticas Brasil

Lançamento do site Mentalidades Matemáticas

Lançamento do site Mentalidades Matemáticas

Lançamento do site Mentalidades Matemáticas

2020

1º Curso de Férias Mentalidades Matemáticas Brasil

Publicação da pesquisa Pós-curso de férias realizada pela Universidade de Stanford

Série de Webnários E a Matemática com isso?

Série de Webnários Multiplicando saberes

Curso EAD ”Matemática e Equidade”

Lançamento da Rede MM

2021

Lançamento de 3 Cursos MM no polo Itaú Social

2021

Lançamento de 3 Cursos MM no polo Itaú Social

2021

Lançamento de 3 Cursos MM no polo Itaú Social

Lançamento da plataforma (moodle) da Rede MM

Lançamento da plataforma (moodle) da Rede MM

Lançamento da plataforma (moodle) da Rede MM

III Seminário Mentalidade Matemáticas

III Seminário Mentalidade Matemáticas

III Seminário Mentalidade Matemáticas

Série de webnários: Multiplicando Saberes

Série de webnários: Multiplicando Saberes

Série de webnários: Multiplicando Saberes